O Ideal Bonapartista e os Militares Brasileiros

José Paulo Toledo & Júlia Godói Rodrigues

Resumo


O modelo político de governo Bonapartista, baseado na interpretação proposta por Demier (2016), se caracteriza, em grande parte, em uma relativa autonomização do Estado perante as classes sociais e na dominação indireta das elites econômicas sobre as demais classes. Neste artigo discutiremos tal conceito quando relacionado às leituras referentes ao papel do Governo Militar implantado em 1964. Usaremos como base para tal trabalho a leitura do cenário intra-militar brasileiro antes e após o golpe militar com, respectivamente, Távora (1959) e Stepan (1975; 1986), sendo então o objeto neste artigo o intervalo de tempo entre 1950, no período pós-Dutra, até 1988, com a Assembleia Nacional Constituinte de 88, tendo como agente condicionante, ou seja, o principal articulador das dinâmicas analisadas nesta perspectiva, o Exército Brasileiro.

PALAVRAS-CHAVE: Bonapartismo; exército brasileiro; sociedade civil; elites.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.