Uma análise antropológica da relação entre homens e ratos e seus desdobramentos éticos

Michael Carreri Alves

Resumo


O presente artigo, visa desenvolver análise antropológica com objetivo de compreender algo da relação entre humanos e ratos em nossa sociedade ocidental contemporânea. A importância destes animais vem tanto de nosso convívio no espaço das cidades, onde são geralmente rejeitados e excluídos, como também do convívio em laboratórios e até mesmo em nossas casas, como animais de estimação. Será ao analisarmos os ratos em suas múltiplas relações com o homem e na forma como surgem os significados simbólicos atribuídos a este animal que buscaremos enriquecer o pensar sobre esta relação multifacetada (e, por vez, ambivalente) e sobre a ética no tratamento dedicado a eles.

PALAVRAS-CHAVE: Ratos; Simbolismo; Estimação; Laboratório; Ética.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.